Home / 2019 / Microsoft vai começar a vender suporte adicional para Windows 7 em abril.

Microsoft vai começar a vender suporte adicional para Windows 7 em abril.

Microsoft vai começar a vender suporte adicional para Windows 7 em abril-02

A Microsoft anunciou que vai comercializar um plano de suporte adicional para Windows 7 para atender as necessidades daqueles que não conseguirem atualizar todos os seus dispositivos para a versão mais recente do sistema.

O plano de suporte para dispositivos com Windows 7 da Microsoft tem o prazo até dia 14 de janeiro de 2020, mas a empresa anunciou que venderá um suporte adicional pós-aposentadoria da versão do sistema, que poderá ser adquirido pelos clientes corporativos para estender as atualizações de segurança do Windows 7 até janeiro de 2023.

Microsoft pode lançar plano de assinatura com o Windows 10 para usuários comuns

Chamado de Extended Security Updates  (ESU) o suporte adicional deve trazer updates de segurança anuais e atualizações para o Internet Explorer 11. Inicialmente o valor vai variar de US$ 25 e US$ 50 por dispositivo, mas o deve aumentar conforme os anos do serviço até terminar em US$ 100 e US$ 200 – dependendo do cliente (Pro ou Enterprise).

A fabricante do Windows ainda confirmou que o serviço não terá suporte para o Office 2010, apenas para o 365 ProPlus, e poderá ser acessado apenas em dispositivos com ESU enquanto estiver ativo.

Aqueles que não quiserem comprar o ESU no primeiro ano de serviço vão se deparar com uma situação um pouco chata. Os updates serão cumulativos a partir de janeiro de 2020, da mesma forma que o valor do produto, então se por acaso você decidir comprar apenas em 2023 terá que pagar o valor total de todas as atualizações anuais (US$100 – US$200).

Microsoft pode estar trabalhando em uma versão Lite do Windows 10

O serviço adicional também não dá direito ao suporte Help Desk ou correções e patches regulares, e o ESU só fará correção de bugs de segurança classificados como “críticos” e “importantes”.

O ESU vai começar a ser vendido no dia 1º de abril e, em uma postagem no blog oficial da Microsoft, Gerente geral, Bernardo Caldas, aconselhou os interessados no serviço a entrarem em contato com a Microsoft os revendedores para mais detalhes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.